Bio: Randy Rhoads Forever

Semana passada, em 06 de dezembro, Randy Rhoads completaria 61 anos se estivesse vivo. Mas infelizmente sua vida foi ceifada aos 25 anos em 19 de março de 1982 em um acidente imbecil de avião.

Mas quem foi Randy Rhoads? Um dos músicos mais brilhantes que já passaram por esse planeta. É pouco? Então leia um resumo do que foi sua vida.

Nascido Randall William Rhoads teve o privilégio de vir ao mundo rodeado por música. Sua mãe, Delores, era professora e dona de uma escola de música.Seus dois irmãos mais velhos, Kelle e Kathy, também tocavam instrumento e cantavam. Seu pai, que deixou a família quando Randy ainda era bebê, também era professor de música. Desde muito cedo teve seu talento incentivado tanto que aos 7 anos começou a ter aulas de folk e violão, porém logo se interessou pelas guitarras.

Começou a ter aulas na escola de sua mãe e depois de um tempo o seu professor disse a Delores que não podia mais dar aulas ao menino, pois os seus conhecimentos logo ficaram inferiores ao do pequeno Randy. Um prodígio!

Durante seu período escolar conheceu Kelly Garni que se tornou seu melhor amigo e com ele deu seus primeiros passos como músico. Montaram uma banda chamada ‘The Whore’ que tocava em festas de quintal e faziam pequenas apresentações. Nessa época Rhandy estava aprendendo a tocar guitarra solo e logo montaram uma outra banda, de cover ,chamada Violet Fox, com seu irmão Kelle na bateria. A banda tocou em várias apresentações na escola de Delores e entre o set estavam covers de Rolling Stones, David Bowie e Alice Cooper.

Mas o start de sua carreira veio após um show do Alice Cooper em 1971. Kelle menciona que Randy ficou de queixo caído com tudo o que viu e disse que podia ser como aqueles músicos que estavam no palco. Tanto que Glen Buxton foi uma de suas grandes influências, assim como Mick Ronson, Ritchie Blackmore, Michael Schenker, entre outros.

Quando tinha 16 anos, formou a banda chamada Little Woman com seu amigo Garni. Nessa época participou de um programa especial onde podia condesar os seus estudos e se formar cedo, então, como logo deixou o high school, pode se dedicar a música em tempo integral. Durante o dia como professor na escola de sua mãe e a noite tocando com a sua banda. O músico Kevin DuBrow foi recrutado como vocalista da banda e Drew Forsyth como baterista, e não demorou muito para que o nome mudasse de Little Woman para Quiet Riot. O músico participou dos dois primeiros álbuns, Quiet Riot e Quiet Riot II.

b80b68b6c5e6225abaa7d9a2fd1773dd

Em 1979 Ozzy Osbourne realizava testes a procura de um guitarrista para sua nova banda em Los Angeles. Após fazer testes com vários músicos e estar quase desisistindo, um último músico (que ainda relutou em fazer o teste) entrou e nem precisou se apresentar propriamente. Enquanto Randy se aquecia, Ozzy já sabia que havia encontrado o músico que procurava, pois ficou impressionado com o talendo do jovem Randy. Coisa de destino!

Randy Rhoads gravou os dois primeiros álbuns da banda, Blizzard of Ozz e Diary of a Madman. Apesar de todo o talento e toda a carreira como músico promissor, ele expressava o desejo de deixar a carreira por algum tempo e se dedicar aos estudos e conseguir um diploma de músico erudito na UCLA.

Foi início da década de 1980 que começou a receber o devido reconhecimento. A Jackson Guitars criou um modelo especial em sua homenagem, a Jackson Randy Rhoads, mas o músico morreu antes que o modelo entrasse em produção. Recebeu também o prêmio da revista Guitar Player, como Best New Talent.

1280x720-kru

Randy tocou o seu último show na noite de 18 de março de 1982, no Knoxville Civic Coliseum. No dia seguinte a banda tocaria em Orlando no Rock Superbowl XIV junto com as bandas UFO, Foreigner e Bryan Adams. A caminho da Florida, o motorista do ônibus precisou parar em sua casa, que ficava no meio do caminho, para fazer uma manutenção no ônibus. No local havia um hangar com helicópteros e aviões, e sem permissão para usar o avião, o motorista que também era piloto resolveu levar algumas pessoas para um passeio.

Andrew Aycock levou o tecladista Don Airey e o tour manager Jake Duncan, no primeiro passeio. No segundo passeio voaram com ele Rhoads e a maquiadora, Rachel Youngblood. Aycock resolveu fazer algumas ‘gracinhas’ voando baixo próximo ao ônibus e na terceira vez que fez isso a asa do avião acertou a parte de cima do ônibus, fazendo com que o avião perdesse o controle, depois bateu em uma árvore para finalmente cair na garagem de uma casa próxima e explodir. O tecladista foi o único que testemunhou tudo o que aconteceu, pois os outros membros da banda estavam dormindo dentro do ônibus.

Um teste toxicológico revelou que Andrew Aycock havia consumido cocaína, informação confirmada por Ozzy.

Fato muito triste e sentido até os dias de hoje por seus companheiros de banda, pessoas que acompanharam sua carreira e os fãs. Randy recebeu muitas homenagens póstumas como dos amplificadores Marshall, da Gibson, a Jackson criou uma edição especial, uma réplica identica a usada pelo músico e apenas 60 foram produzidas.

Seu legado continuou influenciando músicos como John Petrucci, Paul Gilbert, Dimebag Darrel, George Lynch, entre outros. Sua memória não é esquecida, pois a cada aniversário, a cada celebração, seu nome é lembrando e reverenciado por colegas de banda, amigos e fãs no mundo todo.

E fica aqui a nossa com esse texto, apresentando um pouco desse músico para aqueles que ainda não tiveram a chance de conhecê-lo.

Olhem esse menininho tocando com uma guitarra igual ao do Randy Rhoads. Que coisa linda! (tá ruim a qualidade, mas emocionante)

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s